Close
 
 
 

Medidas contra comércio ilegal

 
 

Medidas contra comércio ilegal

O comércio ilícito de produtos contrabandeados ou falsificados prejudica nossos negócios. Devemos fazer nossa parte para impedi-lo.

 

Nenhum envolvimento ou apoio ao comércio ilegal de nossos produtos

Devemos garantir que:
  • não nos envolvamos conscientemente em comércio ilegal de produtos do Grupo
  • nossas práticas de negócios suportam apenas o comércio legítimo de produtos do Grupo
  • colaboramos com as autoridades em qualquer investigação de comércio ilícito

O comércio ilícito de tabaco tem um impacto negativo na sociedade. Ele desvia as receitas dos governos, incentiva o crime, induz os consumidores a comprar produtos de má qualidade, prejudica a regulamentação do comércio legítimo e torna mais difícil prevenir as vendas para menores de idade.

Ele também prejudica nossos negócios e desvaloriza nossas marcas e nosso investimento em operações e distribuição locais.


Altos impostos de consumo, taxas diferenciadas de impostos, controles inadequados de fronteira e fiscalização insuficiente contribuem para o comércio ilegal. Apoiamos plenamente os governos e reguladores na busca por eliminarem esse problema em todas as suas formas (garantindo que isso seja feito de modo legal e alinhado com nossa tolerância zero para qualquer forma de suborno e corrupção, levando-se em conta os elevados riscos de suborno e corrupção nas negociações com Funcionários Públicos).

 

Manter controles para prevenir e impedir o comércio ilegal de nossos produtos

Devemos manter controles para impedir que nossos produtos sejam vendidos ilegalmente por nossos clientes ou desviados para canais de comércio ilícitos.

Esses controles devem incluir:

  • Implementação do Procedimento de Conformidade da Cadeia de Suprimentos, “conheça seu cliente” e “conheça seu fornecedor”, incluindo o Procedimento de AFC de Terceiros e quaisquer outras medidas relevantes, para garantir que o abastecimento aos mercados seja compatível com a demanda legítima
  • procedimentos para investigar, suspender e encerrar negociações com clientes ou fornecedores suspeitos de envolvimento em comércio ilegal

“Conheça o seu cliente” e “conheça o seu fornecedor”, incluindo o Procedimento de AFC de Terceiros e o Procedimento de Conformidade da Cadeia de Suprimentos são procedimentos importantes. Eles são necessários para garantir que os produtos do Grupo sejam vendidos apenas a clientes de boa reputação, fabricados utilizando fornecedores de boa reputação e em quantidades que reflitam a demanda legítima.

Devemos deixar clara nossa posição sobre o comércio ilícito para nossos clientes e fornecedores. Sempre que possível, devemos obter direitos contratuais para investigar, suspender e encerrar nossas negociações com eles, se acreditarmos que eles estão envolvidos, propositadamente ou imprudentemente, com o comércio ilegal.

Se suspeitar que os produtos do Grupo entraram em canais comerciais ilícitos, notifique seu Consultor LEX local imediatamente.

 

Monitorar e avaliar o comércio ilícito em nossos mercados

As empresas do Grupo devem ter a capacidade de monitorar regularmente a comercialização ilegal em seus mercados internos e avaliar até que ponto os produtos do Grupo são vendidos ilegalmente ou desviados para outros mercados.

Nossos procedimentos exigem que ações específicas sejam realizadas para avaliar o nível e a natureza do comércio ilícito em um determinado mercado e para desenvolver planos para lidar com o problema.

 

O comércio ilícito tem um impacto negativo na sociedade. Ele desvia as receitas dos governos, incentiva o crime, induz os consumidores a comprar produtos de má qualidade, prejudica a regulamentação do comércio legítimo e torna mais difícil prevenir as vendas para menores de idade.

 

Com quem falar

  • Gerente direto
  • Nível mais alto da gerência
  • Seu Consultor LEX local
  • Diretor de Compliance: sobc@bat.com